Felipe Ho e Thais Makino vencem o Brasileiro de Boulder 2020

Campeonato Brasileiro de Boulder na Casa de Pedra Perdizes | Foto: Carol Coelho

Neste final de semana aconteceu em São Paulo no ginásio Casa de Pedra Perdizes o Campeonato Brasileiro de Boulder 2020. O evento aconteceu sem a presença de público, devido os protocolos de saúde da cidade de São Paulo, mas para compensar a organização disponibilizou uma página de resultados online, atualizada boulder a boulder, para que os interessados pudessem acompanhar as fases qualificatórias e semifinal, e também, como de costume, realizou a transmissão ao vivo da final, que bateu recordes de audiência para o canal da ABEE, tendo atingido mais de 2500 pessoas assistindo a live.

No total foram 58 atletas inscritos na competição Pro e mais 5 atletas no Paraclimbing. Dois recordes para as categorias. Outro número que surpreendeu foi o total de juvenis inscritos, 23, e o número de inscritos no masculino, 38, o que permitiu pela primeira a vez a disputa de uma competição de Boulder oficial ABEE em 3 fases: qualificatória, semifinal e final.

Primeiro título brasileiro de Boulder

No masculino, o atleta Felipe Ho de São Paulo conquistou o seu primeiro título na modalidade Boulder. O atleta de 21 anos já havia batido na trave em outras duas oportunidades, ficando com o vice campeonato, mas dessa vez o lugar mais alto do podio foi dele.

Nas qualificatórias, disputadas na sexta (23/10), Felipe Ho terminou em primeiro lugar, empatado com 3 outros atletas: Jean Ouriques (MG), Jonas Leffeck (SC) e Renan Denardo (SP); todos com 5 Tops e 5 Zonas na primeira tentativa. Os 20 melhores classificados passaram para a semifinal no sábado, que teve boulders bem mais duros e disputa acirrada para selecionar os 6 finalistas.

Felipe Ho no M4 da Final | Foto: Carol Coelho

Na semi, apenas Felipe Ho conseguiu fazer top nos 4 boulders, classificando-se em primeiro para a final. Jean Ouriques, mesmo com o joelho machucado, fez 3 tops e 4 zonas, ficando em segundo na classificação da fase. Mateus Belloto (SP), de 17 anos, ficou na terceira colocação, garantindo sua segunda final consecutiva na modalidade, com 3 Tops e 4 Zonas, mas com mais tentativas para Top que Jean. Em quarto veio Samuel Silva (SP), de 17 anos, estreando em finais Pro, seguido por Jonas Leffeck e Pedro Egg (PR), de 19 anos, também estreante em finais.

Na grande final Felipe Ho começou bem com um Top na primeira tentativa no primeiro boulder, e manteve a liderança com mais 2 Tops de primeira no segundo e quarto boulders. Jean Ouriques veio em segundo, também com 3 Tops e 3 Zonas, mas em mais tentativas, e em terceiro ficou Samuel Silva, conquistando seu primeiro podio na categoria na modalidade Boulder, às vésperas do seu aniversário de 18 anos. Pedro Egg, que estreava em competições Pro da modalidade, levou o prêmio de Melhor Atleta Estreante pelo seu sexto lugar na competição.

Podio Masculino | Foto: Carol Coelho

Mais um para Thais Makino

No feminino, com apenas duas fases, as qualificatórias foram mais pesadas para selecionar as 6 finalistas. Nessa fase quem passeou, e surpreendeu de forma positiva à todos foi a atleta juvenil Clara Viegas (MG) de 19 anos. Ela dominou a qualificatória, sendo a única atleta a fazer 4 dos 5 boulders propostos pela equipe de Route Setters liderada por Marcelo Balestero. Em segundo lugar ficou Thais Makino (SP), com 3 Tops e 3 Zonas, seguida por Bianca Castro (RJ) com 2 Tops e 3 Zonas. Em quarto lugar, conquistando 1 Top na primeira tentativa no último boulder, ficou a grande surpresa da final, a atleta mineira Laura Timo, de apenas 13 anos. Ela foi seguida por Deborah Albuquerque (RJ), também estreante na categoria e em finais, e fechando as 6 classificadas ficou Patrícia Antunes (MG).

Clara Viegas no F3 da Final | Foto: Carol Coelho

Na final a disputa foi acirrada até o último boulder e o título sendo decidido em tentativas para Top. Thais Makino acabou levando a melhor e conquistando o seu quarto título Brasileiro de Boulder (2020, 2018, 2016 e 2012), com Bianca Castro em segundo e Clara Viegas ficando com a terceira colocação e garantindo seu primeiro pódio na categoria Pro. Deborah Albuquerque terminou em quarto lugar e foi premiada como a Melhor Atleta Estreante da categoria em Boulder.

Podio Feminino | Foto: Carol Coelho

Paraclimbing dá espetáculo de determinação

No Paraclimbing, 5 atletas divididos em 4 categorias diferentes escalaram 3 boulders na primeira disputa paraclimbing da modalidade. Na categoria com mais atletas, a AL2 Masculino, para amputados de perna, Luciano Frazão (DF) e Gustavo Santos (PR) se enfrentaram mais uma vez, com Gustavo dessa vez levando a melhor com um Top surpreendente de costas para a parede no segundo boulder.

Gustavo Santos da categoria AL2 | Foto: Carol Coelho

Na categoria AU2, para amputados de braço, Diego Pimenta (SP) e Camila Valenzuela Toro (DF), deram um show a parte. Os dois lutaram bastante nos boulders montados pela equipe de Route Setters e conseguiram sair com 1 Top cada, mostrando resiliência, determinação e técnica para vencer os obstáculos propostos.

Diego Pimenta da categoria AU2 | Foto: Carol Coelho

Na categoria RP3, para atletas com comprometimento de força, Marina Oliveira (SP) foi a única representante e conseguiu fazer 3 Tops.

Velocidade cancelado

A etapa de Velocidade, que seria disputada no domingo (25/10), até chegou a ser iniciada, mas a previsão de chuva para o domingo em São Paulo se confirmou e veio forte ainda durante as práticas. Como a parede de velocidade instalada na Casa de Pedra Perdizes é ao ar livre, a organização foi forçada a interromper as tentativas e desmontar todo o equipamento eletrônico de medição de tempo. Depois de cerca de uma hora, o tempo abriu e as tentativas foram retomadas. Ainda deu tempo de concluir as tomadas de tempo no feminino, mas a chuva voltou ainda mais forte e com vento, molhando as agarras e forçando o cancelamento da etapa.

A etapa agora está sendo negociada para acontecer em Curitiba, junto ao Brasileiro de Dificuldade, que acontece no dia 14 de Novembro no ginásio Campo Base.

Resultados

Masculino Pro

There is no table associated with this shortcode.

Feminino Pro

There is no table associated with this shortcode.


Paraclimbing AL2 Masculino

There is no table associated with this shortcode.

Paraclimbing AU2 Masculino

There is no table associated with this shortcode.

Paraclimbing AU2 Feminino

There is no table associated with this shortcode.

Paraclimbing RP3 Feminino

There is no table associated with this shortcode.

Sem Respostas para "Felipe Ho e Thais Makino vencem o Brasileiro de Boulder 2020"